Como foi ir para os EUA com o inglês básico?

August 25, 2016

Uma das perguntas que mais recebo é "Como foi ir para os EUA com o inglês básico?", portanto este será o assunto do post de hoje! 

 

Bom, como a maioria aqui sabe, eu fui para os EUA como Au Pair com um inglês bem fraco, na época eu lembro que mal sabia o verbo TO BE, pra você ter noção! Rs. 

 

Primeira dificuldade que eu tive com o inglês foi logo na entrevista do consulado para o visto, eu tentei tirar o visto pela primeira vez em SP, e justamente por conta do meu inglês o visto foi negado. Na época eu não entendi muito se tinha sido isso, ou falta de vínculos... Mas hoje retomando a história para escrever esse post eu tenho certeza que foi por isso! :( 

 

Enfim, tive um visto negado. Já começa dai né? Mas depois de um mês fui pro Rio tentar novamente, e graças a Deus a entrevista foi toda em português e deu tudo certo! 

 

O tempo passou, e chegou o dia de embarcar! Já no avião, esquece português... Qualquer "how are you?" que eu ouvia me dava um frio na barriga que só por Deus. Mas também, ô coisa boba esse medo de errar que a gente tem né? Só de estar tentando falar um outro idioma já deveria ser motivo de orgulho, né non? Mas ser humano é besta, então vai entender... 

 

Finalmente cheguei no treinamento da Cultural Care, lembro que chegamos de madrugada por volta das 3 am, ou seja, além de cansada pra caralho das 17 horas de viagem entre escalas e voos noturnos, eu ainda tive que "entender" inglês pra poder saber onde ia dormir! 

 

Fui dormir num quarto com 4 alemãs que também estavam indo para o mesmo estado que eu, ou seja, inglês era a única forma de comunicação! Então quando eu estava no quarto ficava calada e só :( 

 

Mas depois de 4 dias no treinamento eu até cheguei a pensar que meu inglês era bom né? Afinal, o assunto entre Au Pair é sempre o mesmo "Pra onde vai?" "De onde vem?" "Quantas crianças?" Etc.... Pura ilusão! 

 

Quando cheguei no aeroporto em Michigan, minha host foi me buscar junto com o Gino (meu ex host kido), eles vieram com um cartaz e todos sorridentes! 

 

P = Priscila | H = Hosta

 

H - Hi Priscila, how are you? 

P - Good 

H - Very nice to meet you! 

P - yes 

H - Are you hahskgkalgnf ? Did you hahskgkalgnf? 

P - sorry? 

H - Are you haajhflamfndkc???? 

P - yes 

H - Did you understand what I said? 

P - no 

 

E DAI TU JA IMAGINA COMO FOI NÉ?! 

 

Eu sinceramente acho que esse é um dos motivos pelo qual eu sou tão grata pela Host Family que eu tive... Eles foram extremamente pacientes comigo e eu sei que se tivesse ido para outra familia minha história poderia ser diferente. Também acho que foram realmente mais pacientes pelo fato de eu ter sido a primeira Au Pair... Apesar de eu não falar muito bem o inglês, eu sempre demonstrei muita força de vontade, dedicação e sempre demonstrei muito carinho pelas crianças! 

 

Eu acho que para as famílias é mais importante ter alguém que esteja disposto a trabalhar, dar carinho e atenção aos filhos deles do que alguém que tenha um inglês perfeito... É importante lembrar que eles estavam ciente do seu nível de inglês ao te contratar e eles também têm plena consciência que seu objetivo é aprender! 

 

Pra completar o post, eu fiz um vídeo falando desse experiência detalhadamente: 

 

Eu espero que vocês tenham gostado do post! 

 

Ahhhh, e só pra lembrar, domingo que vem tem #StoryTime, então não me esquece de me seguir nas redes sociais pra ficar por dentro!! 

 

Beeeeeijo, fui! 😊

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Sobre Mim

Priscila Sanches, aquariana de 27 anos que mora em Montreal, CA.

  • YouTube - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
Posts Em Destaque

REVIEW SINCERA - Curso de Francês online

March 27, 2019

1/3
Please reload

Posts Recentes

November 25, 2017

Please reload

Instagram
  • YouTube - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Google+ Black Round
  • Facebook Black Round
  • Twitter Black Round

© Priscila Sanches

 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Para anuncios entre em contato comigo!